Essa ciranda é de todos nós: CEDECA Ceará vence 13° Prêmio Itaú-Unicef

Tags:, , , ,

Categorias: Notícias

por Comunicação CEDECA Ceará, com informações do Prêmio Itaú-Unicef

A ciranda é de todo mundo que chega para dançar junto. O projeto “Essa ciranda é de todos nós: pela defesa do direito à proteção de crianças e adolescentes” é um dos vencedores da 13ª edição do Prêmio Itaú-Unicef, que anunciou os agraciados na noite desta terça-feira (27/11), em São Paulo. Foram 30 projetos finalistas, selecionados entre mais de 3.500 projetos inscritos.

Veja o momento do anúncio da premiação

 

O projeto do CEDECA Ceará ficou em primeiro lugar na categoria 1: “Organização da Sociedade Civil (OSC) em Ação”, de projetos concebidos, planejados e executados por OSC e ofertados diretamente para crianças, adolescentes e jovens. Nessa categoria foram mais de 3 mil projetos inscritos. É a segunda vez que o CEDECA Ceará é contemplado com a premiação. A primeira vez foi em 1997, com o programa “Educação, faça valer esse direito”.

O projeto consiste nas atividades que o CEDECA Ceará desenvolve nos territórios, com adolescentes e jovens de 12 a 23 anos, vulneráveis a violência em regiões com altos índices de homicídios na adolescência. Os principais grupos trabalhados com a temática da prevenção à violência são o grupo de teatro político Trup’irambu e o grupo de percussão Tambores do Gueto.

Entre as atividades estão ações como formações, diagnósticos participativos, mobilizações e intervenções comunitárias, caravanas culturais, manifestações e atos públicos, produções, eventos e apresentações artístico-culturais. “Esse prêmio é uma oportunidade de dar visibilidade a esse trabalho que a gente faz no território, às vezes num contexto adverso, lutando todo dia por uma vida digna”, ressalta Luciana Brilhante, membro da coordenação colegiada do CEDECA Ceará.

Luciana explica que a ciranda é uma metáfora do envolvimento de todos com arte e cultura por meio da participação. Semanalmente, os jovens do projeto integram oficinas sobre direitos infanto-juvenis e arte-educação, através do teatro, música e audiovisual. Direito à educação, orçamento público, gênero, diversidade sexual, debates sobre opressões e violências são algumas das temáticas abordadas. Outro foco importante tem sido a realização de encontros de intercâmbio para partilha das experiências e construção de ações conjuntas no tema da violência institucional nas comunidades, como a I Escola de Formação Política para a Juventude, III Caminhada pela Paz no Bom Jardim, II Marcha dos Favelados/as do Pirambu e Marchas da Periferia (2017 e 2018).

A proposta do projeto é trabalhar com foco em direitos, reconhecendo crianças, adolescentes e jovens como sujeitos de direitos, autônomos e capazes de exercer sua cidadania. Prezamos pela participação ativa dos adolescentes e jovens envolvidos no projeto, desde o planejamento, execução e avaliação das atividades desenvolvidas, contribuindo para o empoderamento e senso crítico dos sujeitos.

Sobre o Prêmio Itaú-Unicef O Prêmio Itaú-Unicef é uma iniciativa do Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Criado em 1995, em um contexto de mudanças sociais na perspectiva da garantia de direitos – com a promulgação da Constituição Federal Brasileira e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) –, o Prêmio Itaú-Unicef visa identificar, estimular e dar visibilidade a projetos realizados por organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas que contribuem para garantir o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade social.

 

 

Autor: CEDECA Ceará

Deixe uma resposta