Fórum DCA aprova 20 propostas para Plano Plurianual 2018 – 2021 de Fortaleza

Tags:, ,

Categorias: Notícias

As propostas foram aprovadas em reunião no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Fortaleza (COMDICA), que emitirá Resolução com o conteúdo

Monitorar o orçamento público é fundamental para mensurar se há omissão/violação dos direitos infantojuvenis pelos poderes públicos. Por esse entendimento, o Fórum Permanente das Organizações Não Governamentais de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes do Ceará (Fórum DCA Ceará) sempre buscou atuar no monitoramento e incidência nos ciclos orçamentários do estado e município.

Nessa perspectiva de atuação, o Fórum elaborou vinte propostas de ações (em áreas como saúde, educação, esporte e lazer, assistência social e direitos humanos) objetivando incluí-las no Plano Plurianual (PPA) 2018 – 2021 do Município de Fortaleza.

O PPA é um instrumento de planejamento de médio prazo cuja finalidade consiste em estabelecer as diretrizes, objetivos e metas para as despesas de capital (construção de escolas, creches, quadras de esportes) e despesas correntes (salários de servidores, passaporte, contratação de terceirizados) para um período de quatro anos e de forma regionalizada, ou seja, levando em consideração as Regionais de Fortaleza e suas especificidades. O Projeto de Lei do PPA 2018 – 2021 deve ser encaminhado até o fim de agosto à Câmara de Vereadores, onde será discutido e votado para ser transformado em lei.

As propostas formuladas pelo Fórum DCA foram apresentadas em reunião do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Fortaleza (COMDICA), no dia 14 de julho. Na ocasião, o Conselho aprovou a emissão de Resolução (de caráter vinculante) contento as propostas do Fórum, que deverão ser integradas pela Prefeitura de Fortaleza ao PPA 2018 – 2021.

PROPOSTAS

1 – Reforma e adequação da acessibilidade universal de Creches, Centros de Educação Infantil e Escolas;

2 – Ampliação dos Programas de Mediação Escolar e Práticas Restaurativas;

3 – Implementação do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente;

4 – Construção, ampliação e implantação de Creches e Centros de Educação Infantil em tempo integral;

5 – Implantação e desenvolvimento de programa cultural, esportivo e recreativo em Creches, Centros de Educação Infantil, Escolas e Unidades de Tempo Integral;

6 – Implantação e desenvolvimento de programa de redução de danos especializado para crianças, adolescentes e jovens usuários de substâncias psicoativas (álcool e outras drogas);

7 – Implantação da Política Municipal de Atenção Integral à Saúde do adolescente em conflito com a lei;

8 – Apoio a eventos protagonizados por adolescentes e jovens;

9 – Implantação de um Serviço de Atendimento Especializado para famílias e amigos de adolescentes vítimas de homicídio;

10 – Construção e implantação de novos Conselhos Tutelares;

11 – Ampliação e manutenção do Atendimento Psicossocial à Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência Sexual – Rede Aquarela

12 – Implantação e desenvolvimento de Programa de Aprendizagem para adolescentes;

13 – Construção e implantação de novos CUCA’s;

14 – Construção e implantação de bibliotecas municipais;

15 – Desenvolvimento do Serviço Especializado de Atenção às pessoas em situação de rua;

16 – Implantação e desenvolvimento de Programa Intersetorial de Proteção Social aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto;

17 – Construção e implementação de novos Centros de Referência Especializados da Assistência Social (CREAS);

18 – Construção de novos equipamentos específicos da proteção social básica e implementação de seu funcionamento;

19 – Realização de concurso público para o quadro funcional da política de assistência social, em especial das unidades que realizam atendimento direto; e

20 – Construção e implantação de novas unidades de Acolhimento Institucional para crianças e adolescentes.

Autor: CEDECA Ceará

Deixe uma resposta