O CEDECA Ceará atua com as seguintes estratégias:

A proteção jurídico-social, que compreende o enfoque de casos exemplares de violação aos direitos humanos de crianças e adolescentes para demonstrar a gravidade e extensão das violações de direito no Brasil, assim como a busca de sua restituição. A proteção jurídico-social concretiza-se em intervenções jurídico-judiciais, intervenções administrativas e intervenções legislativas. As ações voltam-se sobretudo às violações de direito cometidas pela ação ou omissão do Poder Público. Essas são exemplificativamente mais graves, pois cometidas pela instância que tem o dever de assegurar o exercício dos direitos humanos a todas as pessoas.

A mobilização social compreende a articulação de ações com sujeitos sociais que podem buscar a efetivação de direitos infantojuvenis. Esta estratégia engloba as iniciativas de fortalecimento de redes, fóruns e parcerias; atividades de lobby e pressão política; qualificação da comunicação e o estímulo ao protagonismo social de comunidades vítimas de violações de direitos.

O CEDECA defende o direito à participação de crianças e adolescentes como direito humano, por isso, estimula o exercício da participação política da população infanto-juvenil.

Produção e difusão de um conhecimento crítico, especialmente sobre a situação dos direitos infantojuventis, voltado ao avanço da democracia, ao exercício dos direitos humanos e a construção de um modelo de desenvolvimento social e ambientalmente sustentável.